Topo

Notícia

Conexão Estilo

 

10 | FEV | 17

Prefeitura autoriza e Solurb terá 90 dias para instalar ecoponto

O Consórcio CG Solurb  terá  até o dia 25 de maio, 90 dias a contar do último dia 25 de janeiro,  para instalar o primeiro dos cinco ecopontos previstos no contrato de concessão da limpeza pública. Em menos de 30 dias, a atual gestão começa a destravar um processo que se arrastava praticamente desde 2012, em tramitação por diferentes órgãos municipais.

Nesta quinta-feira foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) o extrato da autorização ambiental concedido  pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) para implantação da unidade. Ela funcionará numa área pública de 3.651 metros quadrados na Rua Sagarana, esquina com a Avenida Professor José Barbosa Hugo Rodrigues, no Bairro Zé Pereira.

A prefeitura vai pagar em torno de R$ 17,1 mil por mês para a Solurb gerenciar o local, que será cercado e onde funcionários farão a vigilância e o controle de acesso 24 horas.

Estrutura

A Solurb vai investir em torno de R$ 800 mil na montagem do ecoponto que terá 1.200 metros quadrados de área construída. A estrutura terá galpões com material pré-moldado, caçambas para colocação de diferentes tipos de resíduo,  além de calçamento com lajotas sextavadas para garantir condições de acesso aos caminhões da empresa e de quem for levar resíduos de material reciclável (sofás, geladeiras, computadores, imóveis, descartados pela população).Este material, por falta de um local para descarte, acaba sendo jogado, irregularmente, em terrenos ou até vias públicas.

Também poderão ser deixados no local restos de galhos, resultado da poda de árvores e até 1 metro cúbico de entulhos, ou 650 quilos (resíduo seco) ou 850 quilos (se úmido), normalmente , transportados por carroceiros.

Caberá a concessionária separar todo o material e dar destinação final. O resíduo reciclável vai para as cooperativas abrigadas na UTR ( Unidade de Tratamento de Reciclável) que hoje recebe em média 11 toneladas por dia, resultado da coleta seletiva.

Morosidade

A  implantação dos ecopontos vem arrastando  desde 2013 no âmbito da prefeitura ,  que é responsável pela escolha e cessão da área,  licenciamento ambiental e pedido de ligação de água e luz. Já estão na fase final os estudos para escolha das outras quatro áreas públicas (uma em cada região urbana da cidade) onde serão instalados os demais ecopontos.

Definida a área (trabalho de responsabilidade da Planrub – Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano), o processo vai para deliberação da Agência de Regulação de Serviços Públicos (Agereg) que o encaminha para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente para emitir a autorização ambiental.

Escute agora a Uniderp FM

Facebook

Tag3 - Desenvolvimento Digital Elfo Marketing