Topo

Natura lança Ekos Flor da Manhã

Conexão Estilo

 

14 | FEV | 17

Natura lança Ekos Flor da Manhã

Com um blend de óleos essenciais exclusivos da Natura, a fragrância é inspirada nas flores raras da Amazônia, que desabrocham ao nascer do sol

A Perfumaria de Natura Ekos criou para as mulheres uma alquimia de fragrâncias florais exclusivas, sofisticadas e marcantes. A linha, que já contava com Ekos Flor do Luar, amplia o portfólio com o lançamento de Natura Ekos Flor da Manhã. Uma interpretação poética das flores que desabrocham ao amanhecer e revelam um delicado buquê floral com aura luminosa e feminina. 
“Natura Ekos promove uma viagem sensorial ao maior jardim do planeta, a Amazônia, e apresenta ao consumidor uma perfumaria diferenciada, brasileira e autêntica” afirma a diretora de perfumaria da Natura, Denise Coutinho. A brasilidade da marca é representada pela modelo paraense Caroline Ribeiro no ensaio deste lançamento para a edição atual da revista Espaço Natura. 


 
“Natura Ekos Flor da Manhã traduz o perfume delicioso que ondula pelo ar da mata apenas nos primeiros instantes da manhã”, diz Veronica Kato, perfumista da Natura, que desenvolveu a nova fragrância em parceria com Clément Gavarry, da casa nova-iorquina IFF. As notas cítricas foram combinadas a um corpo floral delicado e a notas de madeira claras, além de um blend de óleos essenciais amazônicos – Priprioca, Pataqueira e Copaiba. O resultado é uma fragrância floral verde, contemporânea e marcante.O frasco de Natura Ekos Flor da Manhã é composto por 20% de vidro reciclado pós-consumo, o que contribui para a redução da emissão de CO2 na atmosfera e evita o descarte de material no ambiente. Assim como toda a perfumaria Natura, a fragrância é produzida com álcool 100% orgânico, extraído de cana de açúcar cultivada sem agrotóxicos ou queimadas, em um sistema em que agricultura e floresta convivem em harmonia, potencializando a regeneração da vida nas áreas de cultivo.

Os óleos essenciais da biodiversidade que compõem a fórmula são obtidos de forma sustentável. A Natura mantém relacionamento com mais de 30 comunidades na região amazônica, entre elas as paraenses Movimento de Mulheres das Ilhas de Belém (MMIB), Campo Limpo e Boa Vista do Acará. Essas comunidades são responsáveis pelo manejo sustentável da priprioca e da pataqueira, que posteriormente passam por um processo de destilação a vapor para que se obtenha os óleos essenciais usados na fragrância, técnica que preza pela preservação dos ingredientes naturais e pela eliminação do uso de solventes. As cadeias de abastecimento da biodiversidade da Natura seguem os critérios de um sistema de verificação e monitoramento de fornecedores desenvolvido em parceria com a União para BioComércio Ético (UEBT), que atesta a procedência sustentável de ingredientes naturais. O sistema verifica o processo produtivo das cadeias da sociobiodiversidade da empresa, por meio de avaliações documentais e in loco.

 

Fotos: DIvulgação
 

Escute agora a Uniderp FM

Facebook

Tag3 - Desenvolvimento Digital Elfo Marketing